LEIS DO JOGO
   LEI 2 - A BOLA
   DEFINIÇÕES E DIMENSÕES

A bola será esférica; o invólucro será de couro ou de outros materiais aprovados. Na sua concepção não pode ser utilizado qualquer material susceptível de constituir perigo para os jogadores.
A circunferência da bola não será superior a 64 nem inferior a 62 cm. No começo do jogo não pesará menos de 400 gramas nem mais de 440 gramas (Bola nº 4).
A sua pressão situa-se entre 0,4 e 0,6 atmosferas (400-600 g/cm2)

   SUBSTITUIÇÃO DE BOLA DEFEITUOSA
Se a bola rebenta ou se deforma no decurso do jogo:

- O jogo será interrompido.
- O jogo recomeça, com uma nova bola, por um lançamento de bola ao solo no local em que se encontrava a primeira bola no momento em que se deteriorou.
- Se a bola rebenta ou se deforma quando não está em jogo, antes da execução dum pontapé de saída, lançamento de baliza, pontapé de canto, pontapé-livre, pontapé de grande penalidade ou de um pontapé de linha lateral, o jogo recomeça em conformidade. A bola não pode ser trocada durante o jogo, a não ser com autorização do árbitro.
 

   DECISÕES DO INTERNATIONAL BOARD - DECISÃO 1
Bolas de feltro não são permitidas em jogos internacionais.
   DECISºÕES DO INTERNATIONAL BOARD - DECISÃO 2

Nos jogos disputados no quadro das competições da FIFA ou de competições organizadas pelas Confederações, só são autorizadas bolas que possuam uma das designações aprovadas pela FIFA. Uma tal designação na bola de futebol indica que esta foi devidamente testada e que está conforme as exigências técnicas especificas definidas para a categoria respectiva (FIFA APPROVED, FIFA INSPECTED e International Matchball Standards / esta última de acordo com as mesmas prescrições técnicas da categoria FIFA INSPECTED) além das exigências técnicas mínimas definidas na Lei II. A bola deve possuir a inscrição adequada indicando que passou com êxito o teste exigido. As exigências suplementares especificas a cada uma das categorias mencionadas deverão ser aprovadas pelo I.F.A. Board. A FIFA procederá à selecção dos Institutos que efectuam os referidos testes. As bolas utilizadas em qualquer outro jogo devem estar de acordo com as exigências formuladas na Lei II. As Associações Nacionais ou algumas competições podem exigir a utilização exclusiva de bolas munidas de uma das designações acima indicadas. Quando largada de uma altura de 2 metros, a bola não poderá saltar mais de 65 cm, nem menos de 50 cm, quando do 1º ressalto.
Permite-se a utilização de outro tipo de bolas (nº 5, com menos ressalto, mais peso, etc.). No entanto, em jogos internacionais só poderá ser utilizada a bola descrita na Lei.

Adicionar aos favoritos | Termos e Condições


Site desenvolvido por: Microdrive - Informática e Sistemas, Lda.