LEIS DO JOGO
   LEI XVIII - PON TAPÉ DE CANTO

Quando a bola, após ter sido tocada em último lugar por um jogador da equipa que defende, tiver ultrapassado completamente a linha de baliza, por alto ou rente ao solo, sem ser entre os postes, será executado um pontapé de canto por um jogador da equipa atacante.

   MODO DE EXECUÇÃO

A bola deve ser colocada exactamente na intersecção da linha de baliza e da linha lateral e é desse local que ela será pontapeada. Os jogadores adversários da equipa que executa o pontapé de canto não podem aproximar-se da bola a menos de 5m, antes que ela esteja em jogo, isto é, antes que tenha percorrido uma distância igual à sua circunferência, e o jogador que executou o pontapé não pode voltar a jogar a bola antes de esta ser tocada ou jogada por outro jogador. Pode ser marcado um golo directamente com um pontapé de canto.

   CASTIGO

Se o pontapé de canto não for executado correctamente, será repetido

Se o jogador que executa o pontapé jogar a bola pela segunda vez antes que tenha sido tocada ou jogada por um outro jogador, os árbitros concederão um pontapé livre indirecto à equipa contrária, a executar no local onde a falta foi cometida.

Se o pontapé de canto não for executado dentro dos 4 segundos seguintes ao momento em que o executante ficou de posse da bola, os árbitros concederão um pontapé-livre indirecto à equipa adversária, a partir do local onde o pontapé de canto devia ser executado.

Adicionar aos favoritos | Termos e Condições


Site desenvolvido por: Microdrive - Informática e Sistemas, Lda.