Notícia

 GRANDE JOGO DE FUTSAL



Teve lugar este sábado no Pavilhão Acácio Rosa, o jogo da 7ª jornada Liga Sport Zone Futsal época 2016/17 num jogo que colocou frente a frente a equipa do Belenenses e do Braga/AAUM que acabou com uma igualdade a 3 golos.
Este era um jogo que se antevia de grande dificuldade para a nossa equipa face a uma formação bracarense que ainda não perdeu esta temporada. Sabendo disso a nossa equipa encarou a partida com grande rigor táctico e enorme entrega ao jogo por parte de todos os atletas.
Logo aos 2 minutos surgiu o primeiro lance de algum frisson com Dura a receber a bola de Jander e conseguir tornear Vitor Hugo mas a ver um defesa arsenalista cortar a bola que se encaminhava para as redes.
No entanto seria a formação do Minho a inaugurar o marcador fruto de um lance de contra ataque em que Tiago Brito colocou a bola ao segundo poste onde surgiu Liléu a cortar mas a ser infeliz pois a bola acabou por tabelar em Bruno Cintra e entrar na baliza.
Aos 6 minutos nova excelente oportunidade para a nossa equipa mas um livre batido por David acabou por bater com estrondo na trave da baliza de Vitor Hugo.
Aos 19 minutos mais um belo lance ofensivo da nossa equipa com João Pires a tirar Marafona do lance e rematar para uma excelente defesa de Vitor Hugo.
O jogo era disputado em excelente ritmo pelas duas equipas que proporcionaram um excelente espectáculo ao muito público que se deslocou ao Acácio Rosa.
A 5 minutos do intervalo em remate de meia distância de André Coelho obrigou Carlos Paulo a uma bela estirada para evitar o segundo golo bracarense. O mesmo Carlos Paulo esteve em grande destaque ao parar de forma superior um contra ataque 3x2 com a bola a chegar a Vasco Seco que no entanto viu Carlos Paulo qual muro evitar de forma excelente o golo.
Na resposta foi a vez da nossa equipa criar perigo num remata cruzado de Jander que saiu rente ao poste.
Carlos Paulo voltou a estar em grande plano ao parar um livre de 10 metros batido por Eli.
A 2 minutos do descanso um lance polémico na área do Braga após um remata de Jander que foi parado por um defesa arsenalista dando a nítida sensação de haver motivo para grande penalidade mas com a dupla de arbitragem a nada sancionar.
Nos últimos segundos da primeira parte após um canto batido por Jander a bola chegou a Dura que rematou ao poste esquerdo com o guardião bracarense completamen´te batido.
A segunda parte começou como havia terminado a primeira com a nossa equipa de novo muito perto de marcar por Jander que de cabeça por muito pouco não surpreendeu Vitor Hugo.
Aos 23 minutos foi a vez do Braga acertar na trave da baliza de Carlos Paulo por intermédio de Bruno Cintra.
O jogo mantinha-se de parada e resposta sempre em grande velocidade e Liléu conseguiu isolar David que viu o guardião contrário negar-lhe o empate.
Uma desatenção defensiva após uma rápida reposição lateral permitiu a Eli na esquerda receber a bola e caminhar para a baliza fuzilando Carlos Paulo quando este procurou sem sucesso encurtar o ângulo ao brasileiro que assim fez o segundo golo dos bracarenses.
A nossa equipa não acusou a desvantagem e continuou a jogar de forma séria em busca do golo que podia ter surgido num lance de contra ataque em que Tunha colocou em João Pires que viu Vitor Hugo fazer uma excelente defesa e evitar assim que a nossa equipa encurtasse distância.
A equipa do Braga veio a aumentar a vantagem através de um forte remate de Tiago Brito a concluir um contra ataque de Nilson.
Muita gente pensou que a partida estaria resolvida mas um golo de Jander num remate de meua distância que surpreendeu Vitor Hugo recolocou a nossa equipa no jogo.
O técnico azul deciu então arriscar o tudo por tudo colocando Jander a jogar como guarda redes acançado e o que é certo é que no minuto seguinte o mesmo Jander na cobrança de um penalty a castigar uma mão na bola de Tiago Brito bateu de forma superior deixando Vitor Hugo pregado ao chão.
Já à entrada para o último minuto a nossa equipa conseguiu mesmo chegar ao golo da igualdade numa boa movimentação com a bola a entrar em Dura que com um remate rasteiro bateu Vitor Hugo para gáudio do muito público presente nas bancadas.
O Braga pediu o seu tempo técnico e também arriscou no 5x4 com André Coelho a jogar como guarda redes avançado mas seria mesmo da nossa equipa a melhor situação para chegar ao triunfo, numa recuperação de bola de Liléu que de pronto rematou para a baliza mas a bola acabou por sair junto ao poste direito.
Uma nota final para o público presente que apoiou sempre os nossos atletas em busca da reviravolta numa partida que merecia ter tido honras de transmissão televisiva.

FICHA DE JOGO
Pavilhão Acácio Rosa, 5 de Novembro de 2016 - 18.00
Árbitros: Mário Silva ( A. F. de Viana do Castelo ) e Vitor Rocha ( A. F. do Porto )
Cronometrista: Bruno Araújo ( A. F. de Viana do Castelo )
Resultado da 1ª parte: 0-1br> Resultado da 2ª parte: 3-2
Resultado final: 3-3

BELENENSES: Carlos Paulo (12), Nabais (4), Dura (11), Jander (80) e Liléu (84)
Jogaram ainda: Jota (3), João Pires (8), David (9), João Marques (10), Bruninho (13) e Tunha (14)
Treinador: Carlos Teixeira
BRAGA/AAUM: Vitor Hugo (16), André Machado (4), Tiago Brito (6), Nilson (9) e Bruno Cintra (61)
Jogaram ainda: Marafona (8), André Coelho (10), Eli (12), Vasco Seco (25) e Marinho (29)
Treinador: Paulo Tavares

MARCHA DO MARCADOR:
0-1 por Bruno Cintra aos 4 minutos
0-2 por Eli aos 28 minutos
0-3 por Tiago Brito aos 35 minutos
1-3 por Jander aos 35 minutos
2-3 por Jander aos 36 minutos
3-3 por Dura aos 39 minutos

DISCIPLINA

Cartão amarelo:
Nilson aos 22 minutos
Tiago Brito aos 36 minutos
David aos 38 minutos

 
  FONTE:  Julio Futsal CFB

 Data:  2016-11-21   

TODAS AS NOTÍCIAS

Adicionar aos favoritos | Termos e Condições


Site desenvolvido por: Microdrive - Informática e Sistemas, Lda.